Bloqueador de fraude

Guia definitivo para lonas de emergência: como cobrir seu telhado com sucesso

Guia definitivo para lonas de emergência: como cobrir seu telhado com sucesso
Guia definitivo para lonas de emergência: como cobrir seu telhado com sucesso
Facebook
Twitter
Reddit
LinkedIn

Danos no telhado são um problema urgente após eventos climáticos severos, como furacões, tempestades ou chuvas fortes. Se não for tratado imediatamente, pode causar mais danos à estrutura, permitir a entrada de água e aumentar os custos de reparo. Este guia completo explica por que as lonas de emergência são importantes para os proprietários de casas e fornece um procedimento passo a passo sobre como instalá-las com eficácia. Através deste manual, será possível avaliar a extensão da destruição no telhado, selecionar os materiais corretos e proteger o telhado adequadamente usando métodos testados ao colocar lonas. Quer se trate de pequenos vazamentos ou grandes danos ao seu sistema de cobertura, saber como utilizar essas coberturas temporárias pode salvá-lo de mais danos, bem como fornecer abrigo provisório até que os profissionais o consertem.

O que é uma lona para telhado e por que você precisa de uma?

O que é uma lona para telhado e por que você precisa de uma?

Uma lona de telhado, normalmente feita de plástico, lona ou poliéster, é uma folha impermeável que pode ser usada para cobrir e proteger um telhado danificado. Funciona como uma solução impermanente que visa impedir a entrada de água adicional e minimizar mais danos à estrutura até que reparos permanentes sejam possíveis. Após condições climáticas severas, como tempestades ou furacões, acidentes como incêndios ou queda de árvores, ou qualquer outro evento em que alguma(s) peça(s) fique(m) comprometida(s), tornando-as propensas a vazamentos, o que causaria danos internos – os proprietários podem precisar deste item para seus telhados.

Compreendendo o propósito da cobertura de telhado

A cobertura do telhado é feita principalmente para proteger o telhado danificado de maiores danos até o momento em que os reparos necessários possam ser feitos. Diante disso, um forro temporário ajuda a reduzir a quantidade de água que penetra na casa, diminuindo assim as chances de crescimento de mofo e outros problemas relacionados. A tampa também restringe a entrada de sujeira ou qualquer outro material nessas peças, agindo como uma barreira entre elas e o mundo exterior. Isso é conseguido cobrindo todos os espaços abertos deixados após a destruição ou remoção das telhas. A razão pela qual as pessoas deveriam tolerar esses trabalhos de retalhos reside na sua capacidade de manter a estabilidade dentro das estruturas, mesmo durante o mau tempo, quando poderia ter havido mais danos infligidos se isso não fosse aplicado, bem como poupar em despesas adicionais desnecessárias que poderiam ter sido incorrido ao consertá-lo mais tarde, depois que tudo estiver resolvido; além de criar condições seguras para áreas de vida onde os habitantes ainda possam residir após eventos climáticos severos.

Quando você deve cobrir um telhado?

A lona deve ser pensada nos seguintes casos:

  • Imediatamente após uma tempestade: Após eventos severos como furacões, ventos fortes ou tempestades de granizo que causam grandes danos ao telhado, a lona fornece proteção instantânea.
  • Detectando vazamentos: Ao encontrar água pingando, principalmente quando está prestes a chover; você pode usar uma lona para impedir que a água entre na casa e cause mais danos no interior.
  • Reparos adiados: Se houver atrasos nos serviços de reparação profissionais, uma lona pode funcionar como uma barricada temporária para não piorar a situação.
  • Medidas de precaução: Você pode cobrir áreas de seu telhado conhecidas por serem fracas antes que o tempo severo chegue, portanto, isso ajudará a protegê-las contra mais danos causados por tal condição.

Aspectos Técnicos para uma Cobertura Eficaz

  • Resistência do material: Escolha lonas de polietileno resistentes a UV, à prova d'água e resistentes, que possam suportar ambientes externos.
  • Tamanho e extensão da cobertura: O tamanho deve se estender pelo menos 3 pés além das peças danificadas em todos os lados e, em seguida, fixá-lo com segurança.
  • Mecanismos de segurança: Utilize pregos para telhados juntamente com ripas de madeira ou parafusos compatíveis com os tipos de superfície a serem trabalhados; isso irá ancorá-los firmemente contra elevações e movimentos do vento durante os processos de instalação.
  • Sobreposição e Selantes: Se for necessária mais de uma peça, sobreponha-as em no mínimo 30 centímetros enquanto sela as juntas com adesivo ou fita adesiva.
  • Ventilação e prevenção de mofo: Certifique-se de que o ar flua livremente por baixo das áreas cobertas e ventile bem para não estimular o crescimento abaixo delas.

Ao seguir essas diretrizes, garante-se que os telhados sejam efetivamente cobertos até que os reparos profissionais sejam feitos.

Causas comuns para o uso de uma lona de emergência

Destruição da Tempestade: Furacões, tornados ou tempestades de granizo podem causar muitos danos aos telhados, resultando na invasão imediata de água.

  • Justificativa dos parâmetros técnicos: É importante ter uma lona feita de materiais resistentes, pois deve resistir às intempéries. Esta lona também deve cobrir além do local onde o telhado foi destruído e ser bem fixada até que os reparos sejam feitos.

Árvores caídas ou detritos: Grandes árvores que caiam sobre a sua casa através da sua parte superior podem comprometer a sua integridade estrutural, exigindo assim medidas temporárias urgentes.

  • Justificativa dos parâmetros técnicos: Caso tal incidente ocorra, selecione uma lona maior que seja suficiente para cobrir todas as áreas com grandes danos causados por este evento. Pregos para telhados, bem como ripas de madeira, devem ser usados para prendê-los, de modo a evitar qualquer movimento adicional que possa resultar em danos adicionais.

Deterioração do Telhado Pré-existente: Durante as más condições climáticas previstas, pode ser necessário colocar lonas em seus telhados antigos como medida preventiva.

  • Justificativa dos parâmetros técnicos: Escolha uma lona resistente aos raios UV e à prova d'água que seja capaz de resistir à exposição contínua por longos períodos ao considerar a cobertura preventiva devido a esse conhecimento; certifique-se de que não haja sobreposições deixadas de fora durante os processos de vedação ao lidar com elas, pois elas precisam de um manuseio adequado apenas por esse motivo.

Atrasos na construção: Quando as pessoas estão a renovar os topos das suas casas, podem enfrentar contratempos imprevistos que deixariam certas partes abertas a mudanças climáticas dentro de intervalos de tempo.

  • Justificativa dos parâmetros técnicos: Ventile temporariamente as áreas propensas ao crescimento de mofo, mas não se esqueça totalmente da ventilação – ela precisa de bastante; use vários, se necessário, mantendo-os separados uns dos outros nessas seções do edifício, garantindo ao mesmo tempo que todas as abas se sobreponham pelo menos uma vez, fixando com segurança essas tampas também para que o ar circule livremente entre dois pontos sempre que necessário, mantendo uma cobertura constante, mesmo que seja uma área falha, outro tem tudo para você.

É importante compreender estas causas e os seus respectivos parâmetros técnicos, pois isso ajudará na implantação de soluções eficazes de cobertura, mitigando assim os danos e garantindo maior vida útil aos abrigos temporários.

Como cobrir um telhado: um guia passo a passo

Como cobrir um telhado: um guia passo a passo

Determine o dano:

  • Examine o telhado para avaliar quanto e onde ele está danificado.
  • Certifique-se de que a área de trabalho esteja segura e livre de quaisquer detritos soltos.

Escolha a lona certa:

  • Escolha uma lona resistente, à prova d'água e resistente à luz ultravioleta (UV). A lona também deve cobrir todas as áreas danificadas.
  • A lona deve se estender pelo menos um metro além da seção danificada.

Reúna as ferramentas e materiais necessários:

  • Ferramentas: faca, martelo, escada, pistola de grampo.
  • Materiais: pregos para telhados, ripas de madeira, sacos de areia.

Prepare o telhado:

  • Limpe ao redor da área danificada, removendo quaisquer detritos restantes ou telhas soltas.
  • Alise para que a superfície fique uniforme, garantindo que, quando colocada por cima, a parte inferior plana toque corretamente.

Coloque a lona:

  • Desenrole a lona sobre a área danificada, certificando-se de que toda a zona afetada esteja coberta por ela.
  • Estenda a lona fora da parte danificada para proteger o poço.

Proteja a lona:

  • Use pregos para telhados e ripas de madeira para unir as bordas da lona com espaçamento uniforme ao redor do perímetro do telhado.
  • Coloque sacos de areia ou pesos adicionais em cima da lona para suporte extra, mantendo tudo no lugar, evitando que mudanças aconteçam muito cedo.

Verifique e ajuste:

  • Examine a instalação da lona, verificando se há lacunas ou áreas que possam ter se soltado durante o processo.
  • Se necessário, aperte adequadamente para não deixar entrar ar nem deixar passar umidade, apertando tudo com segurança em todo o local coberto com lona.

Seguindo estas instruções, você pode colocar efetivamente uma cobertura protetora temporária em um telhado danificado usando uma lona até que reparos permanentes possam ser feitos.

Ferramentas essenciais para cobertura de telhado

  1. Lona: Encontre a lona perfeita de alta qualidade, à prova d'água e resistente a UV que se adapta ao tamanho da sua área danificada.
  2. Pregos para telhados: Isso ajuda a fixar as bordas da lona para que permaneçam firmes no lugar, especialmente durante ventos fortes.
  3. Sarrafos de madeira: Tiras planas de madeira que fixam a lona garantem que ela permaneça bem firme e segura.
  4. Escada: Uma escada segura, especialmente extensível, é necessária para alcançar o telhado com firmeza.
  5. Martelo: Ele atravessa os pregos da lona até a estrutura do telhado.
  6. Faca Utilitária: Pode ser aplicado para aparar perfeitamente ou dar um corte preciso em torno de respiradouros, chaminés, etc., bem como cortar lonas nos tamanhos necessários para elas.
  7. Cordas ou cabos elásticos: Formas adicionais de fixação que podem proporcionar mais estabilidade em locais onde os ângulos são difíceis ou as superfícies não são niveladas, incluindo aqueles ângulos estranhos como no topo de chaminés, entre outros.
  8. Equipamento de segurança: Equipamentos EPI essenciais, como arneses de segurança, luvas e sapatos antiderrapantes para trabalhos em altura.

Através destas ferramentas, a cobertura temporária de telhados torna-se mais fácil e segura.

Como medir a área da lona

Para ter certeza de que cobriu todas as áreas e que ela está estável, faça medições precisas da lona. Aqui estão algumas etapas a seguir ao medir um telhado danificado:

Avalie o dano:

  • Faça um exame visual do telhado para saber onde está danificado.

Faça medições:

  • Para medições precisas, use um medidor de distância a laser ou uma fita métrica.
  • Meça o comprimento e a largura da parte danificada, certificando-se de estendê-la com mais 3 pés (0,91 metros) além de seus limites, de modo a fornecer uma saliência para proteger a lona.

Descubra a área total:

  • Multiplique a largura pela altura para descobrir o total de pés quadrados necessários.
  • Se houver vários trechos danificados, some suas áreas, obtendo assim a cobertura geral necessária.

Considere a inclinação do telhado:

  • Inclua a inclinação do telhado ao fazer seus cálculos; ajuste a medição usando o teorema de Pitágoras, se necessário. Por exemplo, se houver uma inclinação de 4/12 (aumento de dez centímetros por trinta centímetros de corrida), leve isso em consideração também na última etapa.

Especificações técnicas:

Tamanho da lona:

  • Certifique-se de que todos os lados da área medida tenham três pés extras cada para que possam ser devidamente protegidos.

Sobreposição:

  • Se mais de uma lona estiver sendo usada, ela deverá se sobrepor em pelo menos 30,48 cm (doze polegadas).

Carga de vento:

  • Verifique se os sistemas de fixação como pregos, sarrafos, cordas ou cordas elásticas podem suportar a velocidade do vento local com base no código de construção regional ou nos padrões ANSI/ASCE 7-16 para métodos de cálculo de carga de vento.

Seguindo estes passos e considerando as especificações técnicas relevantes, será possível medir e planear com precisão coberturas temporárias que, por sua vez, proporcionarão uma forte protecção contra várias condições meteorológicas.

Prenda adequadamente a lona para resistir a ventos fortes

Coloque a lona no lugar:

  • Estenda a lona sobre a área danificada e certifique-se de que ela se estenda pelo menos um metro além de qualquer parte do dano.
  • Organize a lona de forma que fique plana, com poucas ou nenhumas rugas ou dobras grandes para pegar o vento.

Use placas de âncora:

  • Coloque tábuas 2×4 ao longo das bordas de onde você colocou a lona. Enrole a lona ao redor da placa mais uma ou duas vezes para maior fixação.
  • Pregos ou parafusos podem ser usados para conectar essas duas coisas firmemente!

Bordas seguras de lonas:

  • Pregue ou parafuse a borda de uma lona em seu telhado em intervalos de trinta centímetros; use parafusos / pregos para telhados ao passar pelo material do deck para obter o máximo de aderência / fixação.

Sobreposição de múltiplas lonas:

  • Ao usar mais de uma peça de lona; certifique-se de que haja pelo menos uma sobreposição de pés entre eles. Proteja ambas as camadas simultaneamente também!

Fortalecer com cimento para telhados:

  • Espalhe cimento para telhados ao longo de todas as bordas onde eles se encontram com outras superfícies, como sob telhas e contra chaminés, etc., criando vedações adicionais contra ventos fortes durante tempestades com rajadas fortes.

Métodos extras de fixação:

  • Em áreas propensas a ventos mais fortes, considere cordas elásticas ou cordas amarradas em locais selecionados perto de bases de chaminés/pontos de fixação em telhados que sejam estáveis o suficiente para esse propósito – certifique-se de que não estejam muito apertados, mas esticados o suficiente para não rasgar as lonas quando puxadas por essas cordas/elásticos.

Continue verificando periodicamente:

  • Sempre inspecione com frequência, especialmente após tempo tempestuoso, incluindo chuvas fortes, etc.; verifique também a integridade dos pontos de ancoragem após cada condição de vento experimentada até o momento, garantindo que tudo permaneça firme no solo durante todo o seu mandato, sendo amarrado lá com segurança, sem qualquer falha!

Uma coisa que você deve fazer é seguir passo a passo estas instruções, desta forma sua cobertura temporária se tornará resistente a ventos fortes e fornecerá abrigo por um período até que o reparo adequado seja realizado.

O que esperar em termos de custo para cobrir um telhado

O que esperar em termos de custo para cobrir um telhado

Os gastos com a cobertura de um telhado podem ser diferentes dependendo de vários fatores, como o tamanho da área danificada, o tipo de lona utilizada e se você utiliza serviços profissionais. Abaixo está o que os proprietários devem esperar em média:

  • Custos de material: As lonas duráveis e de alta qualidade variam entre $50 a $200 cada. Materiais adicionais, como tábuas de madeira, fixadores e cimento para telhados, podem aumentar o total em mais $50 – $100.
  • Custos trabalhistas: Dependendo da complexidade do trabalho e das taxas de mão de obra locais, a contratação de profissionais pode custar entre duzentos dólares ($200) e quinhentos dólares ($500).
  • Estimativa de custo total: Levando em consideração todos os materiais e mão de obra envolvidos na cobertura temporária de um telhado com lona, a maioria das pessoas gasta cerca de trezentos dólares ($300), mas não mais do que oitocentos dólares ($800) no total.

Em conclusão, a colocação de coberturas temporárias para telhados pode ser conseguida a preços diferentes, que incluem a qualidade do material, bem como apoio profissional quando necessário; assim, todo esse processo costuma variar entre trezentos dólares ($300) e oitocentos dólares ($800).

Fatores que afetam o custo médio

Vários fatores determinam o custo médio de cobertura de um telhado com lona. Portanto as despesas podem ser diferentes para cada projeto. As principais considerações são as seguintes:

Tamanho e complexidade do telhado

O tamanho e a forma de todo o telhado influenciam muito quanto custará. Telhados maiores requerem mais materiais e fixadores, enquanto aqueles com projetos complicados envolvendo vários picos e vales podem precisar de mão de obra e suprimentos extras para garantir proteção adequada.

Qualidade e tipo de lona

O tipo ou qualidade da lona escolhida tem um grande impacto no seu preço. Normalmente, as lonas resistentes feitas de polietileno reforçado ou PVC são mais caras, mas duram mais e são resistentes a condições climáticas extremas, ao contrário das comuns.

Custo do Trabalho

Isto depende de onde você mora, entre outras coisas como o nível de dificuldade, que afeta o número de trabalhadores qualificados necessários durante a fase de instalação para que tudo funcione bem até que reparos permanentes possam ser feitos posteriormente; portanto, isso também pode consumir uma grande quantia do seu orçamento geral!

Equipamentos e itens adicionais necessários

Ferramentas extras, como escadas, cintos de segurança, etc., podem ser necessárias, dependendo dos problemas de acessibilidade em questão, que podem exigir o uso de equipamento especial ou passar mais tempo do que o normal em uma área, apenas para garantir que não ocorram vazamentos através de qualquer parte não coberta com firmeza suficiente basta apenas consertar temporariamente - observe também que sempre haverá algumas peças que não podem ser consertadas temporariamente sem o risco de maiores danos se não forem feitas imediatamente, como quando se trata de chaminés ou tubos de ventilação sobre aberturas através do revestimento do telhado, onde apenas o remendo veda as juntas adequadamente contra a água penetração no sótão abaixo dele antes de ser fechado permanentemente, uma vez que novas telhas tenham sido instaladas por cima, mais tarde, após a remoção prévia das telhas antigas; então considere isso também ao fazer seu plano de cobertura!

Custos para áreas de difícil acesso

Locais de difícil acesso aumentam os custos porque podem exigir equipamentos especiais para garantir o acesso seguro e a instalação adequada de coberturas temporárias. Esses locais também precisarão de atenção cuidadosa durante a avaliação para possíveis reparos permanentes, pois alguns deles podem ter vazado antes de serem cobertos por lonas.

Duração e clima

Quanto mais tempo uma lona permanecer no lugar, mais caros serão seus materiais. Da mesma forma, se for submetido a condições climáticas adversas, como ventos fortes ou chuvas fortes durante um período prolongado, então você deve usar tipos caros projetados especificamente para esse propósito, caso contrário, os mais baratos podem falhar após um curto tempo de exposição devido a rasgarem-se facilmente por serem muito fino, não sendo capaz de resistir a dobras repetidas em torno das vigas com força suficiente para não permitir qualquer infiltração de água da chuva através das saliências antes de finalmente descansar contra os beirais, onde a gravidade pode puxar a água acumulada do telhado novamente!

Compreender estas variáveis irá ajudá-lo a antecipar o custo total do seu projecto de lona de telhado, fornecendo assim fundos suficientes necessários para trabalhos de reparação temporários que garantam a máxima protecção contra danos adicionais.

Custo por metro quadrado para diferentes tipos de lonas

O preço de cada metro quadrado de diferentes tipos de lonas pode variar muito dependendo do material, espessura e qualidades específicas exigidas. Aqui estão alguns tipos comuns de lonas e seus preços:

Lonas de polietileno

  • Preço: $0,05 – $0,15 por pé quadrado.
  • Grossura: Normalmente 5 a 12 mils.
  • Propriedades: Leve, à prova d'água, resistente aos raios UV.
  • Caso de uso: Uso geral de curto prazo; equipamentos de proteção ou abrigos temporários.

Lonas de lona

  • Preço: $0,20 – $0,50 por pé quadrado;
  • Grossura: Geralmente entre 10-18 onças/jarda2.
  • Propriedades: Respirável, resistente a mofo; serviço mais pesado e mais duradouro do que os polietilenos.
  • Caso de uso: Canteiros de obras; projetos de paisagismo onde as máquinas precisam ser cobertas durante a noite ou os suprimentos devem ser protegidos durante tempestades, etc.

Lonas de vinil

  • Faixa de preço:$0,30-$0,80 por pé quadrado.
  • Grossura: Varia de 10 a 18 onças/jarda quadrada.
  • Propriedades: Alta resistência ao rasgo; à prova d'água; Resistente a UV com opções de retardadores de chama disponíveis.
  • Caso de uso: Utilizado em indústrias como agricultura e transporte industrial para cobrir armazenamento de grandes equipamentos, entre outros.

Lonas de malha

  • Custo:$0 0,15 – $0 0,40 por sf.
  • Grossura Varia de acordo com a densidade da malha.
  • Propriedades: Permite fluxo de ar; reduz o estresse do vento; Resistente aos raios ultravioleta.
  • Caso de uso: Cercas, estruturas de sombra, contenção de detritos, etc.

Lonas de PVC

  • Custo:$0 0,50 – $1 0,00 por sf.
  • Grossura varia de 10 a 20 onças / jarda quadrada.
  • Propriedades: Extremamente durável, à prova d'água UV, resistente a chamas.
  • caso de uso aplicações pesadas, coberturas de dossel para uso externo, etc.

Resumindo, o preço das lonas é influenciado principalmente pelo tipo de material, juntamente com especificações técnicas como espessura e outras características adicionais, como resistência aos raios UV ou mesmo impermeabilização. Esses atributos determinam quão bem eles podem ser usados em diferentes cenários e sua eficácia a longo prazo.

É mais caro contratar um carpinteiro?

Para calcular as despesas associadas à contratação de uma empresa profissional de coberturas, é fundamental considerar alguns fatores declarados pelas principais autoridades nesta área. Em primeiro lugar, o custo dependerá em grande parte da complexidade da tarefa, bem como dos materiais utilizados, entre outras coisas. Esses especialistas têm experiência, o que significa que sabem o que precisa ser feito corretamente e qual a melhor forma de fazê-lo com segurança; isso justifica suas cobranças mais altas.

De acordo com dados do HomeAdvisor e da Angie's List, entre outros considerados fontes confiáveis para tais informações, em média deve-se orçar entre cinco mil dólares ($5000) a dez mil dólares ($10000) ao contratar carpinteiros para casas residenciais - esse valor varia dependendo do tamanho (metragem quadrada) mais tipo, etc. No entanto, algumas pessoas optam por fazer o trabalho sozinhas porque consideram o DIY mais barato, mas na realidade não se trata também de fixação incorreta, que pode ocorrer. também falta de garantia. Esses dois pontos fazem com que os custos de longo prazo sejam maiores do que seriam se um profissional fosse contratado.

Concluindo, embora muitos possam argumentar contra gastar mais à primeira vista; ainda assim, devemos concordar que a habilidade ou a qualidade proporcionadas juntamente com a tranquilidade garantida muitas vezes superam as economias iniciais obtidas através de DIYs na maioria dos casos, especialmente quando se trata de assuntos relativos às nossas casas, como telhados.

Você pode deixar uma lona no telhado por um longo prazo?

Você pode deixar uma lona no telhado por um longo prazo?

Definitivamente não, nunca se deve deixar uma lona no telhado por longos períodos de tempo. As lonas são soluções de curto prazo e podem deteriorar-se com o tempo, diminuindo a sua eficácia e podendo causar danos adicionais.

Riscos da cobertura permanente do telhado

Deixar uma lona no telhado por um longo período não só é inseguro, mas também coloca todo o edifício em risco. Primeiro, esses materiais não devem ser expostos permanentemente a condições climáticas adversas; portanto, eles se desgastam com o tempo, causando vazamentos ou mais danos. Em segundo lugar, a humidade fica presa por baixo da lona quando utilizada durante longos períodos, o que promove o crescimento de bolor, bem como a deterioração da madeira, levando a partes estruturais enfraquecidas do sistema de cobertura que podem exigir reparações dispendiosas mais tarde. Além disso, ao contrário dos materiais adequados para coberturas, os níveis de isolamento fornecidos pelas lonas são muito baixos, afectando assim a eficiência energética dos edifícios. Concluindo, embora possam servir como coberturas temporárias, as lonas não oferecem soluções adequadas a longo prazo para telhados.

Como proteger sua casa com soluções temporárias

Há muitas maneiras que podem ser tomadas quando alguém precisa de uma cobertura temporária no telhado, como defender sua casa até chegar a hora de fazer reparos permanentes. Estas são algumas correções improvisadas recomendadas e seus parâmetros técnicos correspondentes:

Coberturas de emergência para telhados:

  • Instalação de lona: Para a lona, use lonas de polietileno com pelo menos 10 mils de espessura, resistentes e resistentes a rasgos. Para evitar que seja explodida, prenda a lona com pregos e tábuas de madeira 2×4.
  • Base sintética do telhado: Em comparação com as camadas tradicionais de papel de feltro, as camadas sintéticas têm maior capacidade de impermeabilização, bem como melhor resistência aos raios UV, que devem ter uma espessura mínima de 40 mil.

Remendando telhados:

  • Cimento para telhados: Remendos rápidos para pequenos vazamentos com forte adesão e resistência às intempéries podem ser feitos aplicando cimento para telhados compatível com ASTM D4586.
  • Fita selante de telhado: Fita selante butílica pode ser usada para remendos de emergência; escolha fita de pelo menos 3 polegadas de largura que possa cobrir efetivamente rachaduras e buracos.

Manutenção de calhas:

  • Limpeza e reparo: Garanta a drenagem adequada da água por meio da limpeza regular de calhas e calhas. Use um selante de calhas para consertar seções enferrujadas ou danificadas, a fim de evitar entupimentos e transbordamentos.

Escudos de madeira compensada:

  • Revestimento temporário do telhado: Sobre áreas danificadas, instale compensado externo, de preferência com 5/8 de polegada de espessura. Prenda-o com parafusos ou pregos e cubra com uma membrana impermeável para proteção extra.

Essas medidas de curto prazo ajudarão a minimizar os danos enquanto você espera que um carpinteiro profissional faça os reparos permanentes. É importante que todos os materiais utilizados atendam aos padrões industriais aplicáveis para que possam funcionar melhor e durar mais tempo.

O papel das companhias de seguros na cobertura de telhados

Na reparação de telhados, as seguradoras ajudam dando dinheiro e orientando os seus clientes em todo o processo. Caso a cobertura seja danificada por eventos segurados, como tempestades, entre outras calamidades naturais, as seguradoras podem reembolsar o valor utilizado na cobertura temporária da cobertura. Esta solução de curto prazo evita mais destruição de água e problemas estruturais até quando são feitos reparos permanentes. Além disso, muitas seguradoras têm contratos com trabalhadores credenciados que podem fazer a colocação de lonas de forma rápida e eficiente, garantindo assim que ela atenda aos padrões da indústria e seja fixada corretamente. Assim que ocorrerem danos, os segurados devem informar imediatamente a sua seguradora para que o processamento dos sinistros possa ser feito rapidamente e os fundos para salvaguardas provisórias estejam disponíveis.

Escolhendo a lona certa para suas necessidades

Escolhendo a lona certa para suas necessidades

Para garantir que obtemos a melhor proteção e a maior vida útil de uma lona de telhado, há várias coisas que precisam ser consideradas:

O material:

  • Lonas de polietileno (PE): Eles são fortes e podem suportar a radiação ultravioleta (UV), bem como repelir a água, o que os torna excelentes para uso em curto ou médio prazo.
  • Lonas de vinil (PVC): As lonas de vinil oferecem muito mais resistência e durabilidade ao longo do tempo, por isso são perfeitas para longos períodos em que você precisa de algo que não rasgue facilmente, mesmo se houver condições climáticas extremas envolvidas.

Tamanho e espessura:

  • Tamanho: Meça com precisão a área que precisa ser remendada antes de comprar qualquer tipo de cobertura, mas também certifique-se de incluir material extra suficiente para que tudo possa ser bem amarrado sem se soltar depois.
  • Espessura (milésimos): Escolha lonas com espessura entre dez e vinte mils porque elas duram mais devido ao aumento da resistência à perfuração e às propriedades de resiliência ao desgaste.

Resistência UV:

  • Lonas resistentes a UV: Certifique-se de que este tipo tenha sido tratado com um componente protetor ultravioleta contra danos causados pelo sol, caso contrário sua vida útil poderá ser interrompida pela exposição direta à luz solar por longas horas, o que fará com que ele se deteriore mais rapidamente do que o esperado.

Ilhós e reforço:

  • Colocação do ilhó: Observe os espaços com ilhós posicionados a cada 45 centímetros ou 60 centímetros de distância, pois eles oferecem melhor segurança ao fixá-los firmemente durante estações de vento ou chuvas fortes, etc.
  • Bordas Reforçadas: Ter bordas reforçadas ajuda a fortalecer esses pontos fracos, reduzindo assim as chances de eles serem rasgados sob a tensão dos ventos que sopram contra as laterais, dando-lhes resistência adicional nessas áreas.

Para concluir,

Ao escolher uma lona para telhado, deve-se considerar os seguintes fatores; material, tamanho, espessura, resistência aos raios UV, bem como colocação de ilhós e recursos de reforço que contribuem para torná-lo durável até que reparos permanentes possam ser feitos.

Tipos de lonas impermeáveis

Para garantir que uma lona impermeável responde a necessidades específicas de proteção, é importante ter em conta o material, a espessura e a utilização a que se destina. Aqui estão alguns dos tipos mais populares de lonas impermeáveis:

Lonas de polietileno (poli):

  • Material: Tiras tecidas de polietileno revestidas para resistir à água.
  • Características: Leve, mas resistente; Resistentes aos raios UV – podem ser usados em diferentes condições climáticas.
  • Usar: Melhor para aplicações temporárias ou cobertura de emergência em telhados.

Lonas de vinil:

  • Material: O poliéster é revestido com vinil, o que lhe confere maior resistência e durabilidade.
  • Características: Não deixa passar facilmente a umidade porque é altamente resistente à água, aos raios UV e também ao mofo; muitas vezes tem bordas reforçadas.
  • Usar: Pode ser usado tanto a curto como a longo prazo, especialmente quando se lida com ambientes agressivos.

Lonas de lona:

  • Material: Tecido de lona de algodão tratado com cera ou outras substâncias que os tornem hidrorrepelentes.
  • Características: Esses tecidos respiram bem, portanto podem ser deixados sob a luz solar direta sem se degradarem rapidamente, mas ainda mantêm sua impermeabilidade por períodos mais longos do que outros materiais fariam em condições semelhantes.
  • Usar: Ideal para cobrir áreas onde o fluxo de ar é necessário, embora possa ser necessária manutenção ocasional para manter sua capacidade de repelir líquidos continuamente ao longo do tempo.

Lonas de PVC:

  • Material: Cloreto de polivinila – conhecido por suas excelentes propriedades de impermeabilização.
  • Características: Resistente a vários produtos químicos, incluindo ácidos e bases fortes; também resistente à abrasão, proporcionando mais proteção contra desgaste devido às forças de atrito entre objetos ou superfícies em contato entre si durante o uso.
  • Usar: Frequentemente usado em ambientes industriais, mas também pode servir como uma solução de cobertura de longo prazo em outros lugares.

Importância do uso de lonas resistentes

Particularmente em ambientes desafiadores, as lonas resistentes são úteis para muitas coisas. A sua construção robusta garante esta característica ao aumentar a sua durabilidade e resistência aos aspectos ambientais durante longos períodos. Os parâmetros técnicos que suportam o uso de lonas resistentes incluem:

Resistência e durabilidade dos materiais:

  • Resistência à tracção: Por exemplo, lonas resistentes feitas de vinil ou PVC têm alta resistência à tração geralmente medida em libras por polegada (por exemplo, 300 libras/pol.), o que lhes permite resistir ao rasgo mesmo quando submetidas a grande força.
  • Grossura: As lonas resistentes geralmente vêm com espessuras não inferiores a 20 mils, medidas em milésimos de polegada; isso garante que eles possam suportar condições climáticas severas.

Impermeabilização e Resistência UV:

  • Teste de Coluna de Água: Lonas resistentes de boa qualidade devem passar por testes rigorosos de impermeabilidade quando precisam suportar mais de 1.500 mm (60 polegadas) de pressão de coluna de água.
  • Proteção UV: Lonas como essas geralmente possuem inibidores de UV para que possam ser expostas à luz solar direta sem serem facilmente danificadas devido à degradação causada pelos raios ultravioleta, que normalmente duram até mais de 5.000 horas de resistência contra tal degradação.

Mofo e resistência química:

  • Capacidade de prevenção de mofo: Os tecidos tratados possuem propriedades resistentes ao mofo, evitando a formação de mofo, mantendo assim sua resistência intacta mesmo em ambientes úmidos.
  • Resistência química: Esses tipos também apresentam capacidade de resistir a produtos químicos agressivos e também a poluentes, mantendo assim sua eficácia quando usados em ambientes industriais onde pode haver contato frequente com diferentes substâncias perigosas, como ácidos ou álcalis, entre outros.

Conhecer esses parâmetros técnicos ajudará as pessoas a maximizar a proteção oferecida por suas lonas resistentes em diversas situações exigentes.

Como selecionar a lona certa para um telhado com vazamento ou danos causados por telhas

Para selecionar uma lona para remendar um telhado com goteiras ou telhas danificadas, avalie o seguinte:

  1. Substâncias e Robustez: Opte por lonas resistentes feitas de materiais como polietileno, vinil ou lona. Eles têm alta resistência à tração e durabilidade necessária para suportar condições climáticas adversas. Particularmente, os poliésteres de alta qualidade são mais conhecidos por sua grande resistência contra rasgos ou perfurações.
  2. Impermeabilização: A lona deve ser totalmente impermeável para não deixar mais água danificar o teto. Compre um que tenha se destacado no teste de coluna de água e que possa suportar muita pressão de água. Geralmente, esses tipos de lonas vêm com costuras seladas que evitam qualquer tipo de vazamento.
  3. Tamanho e Cobertura: Faça medições precisas da área com problemas e escolha uma lona que a cubra totalmente, além de algum material adicional para segurá-la adequadamente. É recomendável que você obtenha um tamanho maior do que o necessário, apenas para garantir que tudo fique sobreposto.
  4. Resistência UV e mofo: Se você quiser algo que lhe sirva por mais tempo, opte por lonas resistentes aos raios UV tratadas para evitar também a formação de mofo. Os inibidores contra os raios ultravioleta impedem a desintegração causada pelo sol, enquanto os tratamentos antifúngicos impedem o crescimento em condições húmidas.
  5. Recursos de fixação e reforço: Ilhós devem estar presentes ao longo das bordas reforçadas da lona selecionada. As bordas reforçadas diminuem as chances de rasgo durante a instalação, enquanto os ilhós permitem amarrar com cordas ou pregar na fixação deste pano em períodos de vento.

Considere todos esses pontos com cuidado e seja capaz de escolher corretamente entre os vários tipos disponíveis para fornecer proteção eficaz sobre telhados ou telhas comprometidas.

Fontes de referência

Teto

Encerado

Telhado

Perguntas frequentes (FAQ)

P: Qual é a lógica por trás de cobrir um telhado com lona?

R: A cobertura do telhado é apenas uma solução rápida para o seu telhado e ajuda a evitar mais destruição causada por condições climáticas adversas, como chuva ou vento, até que reparos permanentes possam ser feitos. Também serve como medida contra danos causados pela água e vazamentos de garagem, cobrindo a parte estragada.

P: Como posso saber se preciso cobrir meu telhado?

R: Se você observar grandes danos em sua casa, como falta de telhas, buracos ou até mesmo vazamento no telhado, você deve cobri-la completamente. A instalação da lona no telhado é importante em situações em que a reconstrução imediata do telhado não é possível, pois garantirá que não ocorram mais danos causados pela água em sua casa.

P: Quais materiais são ideais para cobertura de emergência em telhados?

R: Lonas resistentes, especialmente lonas resistentes de dez milímetros e lonas poli, são ótimas opções para coberturas de emergência em telhados. Lonas azuis também são comumente usadas porque são fortes e visíveis. Certifique-se de usar equipamentos de segurança e sacos de areia adequados para segurar a armadilha com firmeza.

P: Posso instalar uma lona em um telhado plano?

R: Definitivamente, sim, pode-se instalar uma torneira no topo de uma superfície plana. No entanto, é fundamental garantir que a armadilha esteja devidamente ancorada para que não voe com o vento. Por esse motivo, pregos e sacos de areia podem ser aplicados com eficiência para segurar a cobertura no topo de qualquer telhado plano.

P: Como faço para fixar uma lona no meu telhado?

R: Espalhe as áreas danificadas com o pedaço de material quebrado e, em seguida, use tábuas 2 x 4 pregadas nas bordas. Como alternativa, colocar sacos de areia em intervalos regulares ao longo do corpo pode ajudar a evitar que ele se mova muito enquanto estiver em posição sobre a parte danificada. Ao encerrar todo o processo, certifique-se de que a tampa esteja bem apertada para funcionar melhor.

P: A lona do telhado é uma solução temporária?

R: Na verdade, esta cobertura é usada apenas temporariamente até que seu telhado esteja completamente consertado ou você compre outra. Há casos em que todo o telhado ou apenas algumas seções danificadas são fechadas com lonas por algum tempo antes que uma solução mais permanente possa ser encontrada.

P: Uma lona protegerá meu telhado de todos os tipos de danos?

R: Embora uma lona possa reduzir muito os danos causados pela água e pelo vento, é apenas uma solução temporária e não pode oferecer o tipo de proteção que você obtém com o reparo permanente do telhado ou a instalação de um novo telhado. É importante descobrir o que causa os danos na cobertura em primeira instância.

P: Por quanto tempo posso deixar uma lona no telhado?

R: As lonas para telhado são medidas temporárias e não devem ser deixadas no telhado por mais de algumas semanas ou alguns meses. O uso prolongado pode danificar ainda mais o telhado. Um carpinteiro profissional deve ser chamado para uma solução duradoura sem demora.

P: O que os proprietários precisam fazer antes de instalar uma lona em seus telhados?

R: Antes de começarem a usá-lo, os proprietários devem inspecionar seus telhados, reunir todas as ferramentas necessárias, como lonas, pregos, 2x4 e sacos de areia, e usar equipamentos de segurança. Se os danos forem extensos, a orientação pode exigir a opinião de uma empresa de coberturas.

P: As lonas retráteis disponíveis para telhados podem fornecer resultados eficazes?

R: Certamente, existem lonas de telhado retráteis disponíveis que têm vedações mais apertadas e, portanto, são mais seguras do que as comuns. Eles funcionam melhor em casos onde podem ocorrer ventos fortes ou chuvas fortes, garantindo que sua casa esteja segura.

Produtos Principais
Publicado recentemente
Categorias de blogs
Tags de blogs populares
Clientes e nós -7
Andy Xu

Olá leitores! Trago mais de 20 anos de experiência na indústria de lonas, com especialização em lonas de PE, PVC, lona e caminhões. Minha paixão por materiais de primeira linha me levou a me tornar um autor renomado nesta área.

Role para cima
Demonstração do formulário de contato